17 setembro 2010

Você está realmente preparado para o mercado de trabalho?

Quando nos formamos imaginamos que já estamos aptos a ingressar no mercado de trabalho. Mas, não é bem assim que as coisas funcionam.

Por Arildo Ramos Ferreira

O grande sonho de seus pais era ver você na faculdade. Aí você se prepara para o vestibular, passa e começa a estudar. Após cinco anos você se forma e seus pais estão orgulhosos de você. Mas, você escolheu a profissão que você mais se identifica ou fez outra coisa porque seus pais queriam?

A cena acima é o que mais temos encontrado no mercado. Pessoas que acabaram de se formar e que não tem identificação com o que fizeram e quando perguntamos porque fizeram, a resposta é sempre a mesma: "pressão de todos para ter nível superior, meus pais se sacrificaram para que eu pudesse estudar, etc". Este é o inicio da caminhada para os "concurseiros".

Caro leitor preste bem atenção. Para que você tenha sucesso profissional de nada vai adiantar você ingressar em uma faculdade porque "outros" assim desejam. Procure sempre fazer aquilo que lhe dá prazer e se no momento não há nada que o desperte, deixe a faculdade para o próximo ano e faça um curso técnico e saia dele sabendo fazer alguma coisa.

Quantos lá pelo quinto ou sexto período ficam se perguntando o que estão fazendo naquela sala? Quantos não saem da faculdade reclamando que detestam o que estão estudando? Quantos só não desistem porque seria uma frustração para os seus pais?

Quando você se forma em algo que não gosta dificilmente este diploma servirá para lhe colocar no mercado de trabalho. Você sabe quantos administradores se formam por ano no brasil? Sabe quantos advogados se formam e quantos fazem a prova da OAB? Você sabe quantos advogados e administradores conseguem trabalhar na sua área? Muito poucos.

O mercado está cada vez mais carente de bons profissionais, mas com muita dificuldade para encontrá-los. E este é um dos principais motivos. Administradores que queriam ser advogados, advogados que queriam ser engenheiros, engenheiros que queriam ser médicos... e por este motivo não conseguem ser bons naquilo em que se formaram.

Conhecimento é o único bem que ninguém pode nos tirar. Portanto, busque o conhecimento daquilo que realmente lhe dá prazer, que lhe desperta mais interesse e não caia na armadilha de fazer porque os outros acham bonito.

Quando nos formamos em algo que não gostamos, não adianta sair em busca de uma oportunidade no mercado de trabalho porque vai ficar claro que você deseja aquela vaga porque foi nesta área que você se formou e não poque você sinta prazer em atuar neste segmento e a paixão é o maior ingrediente do sucesso.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...